Exposição “Colônia KATSURA, a primeira colônia de japoneses no Brasil”

Notícia publicada no site da BUNKYO – Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa e Assistência Social

Exposição especial em homenagem ao Dia da Imigração Japonesa nos 116 anos da chegada dos primeiros imigrantes japoneses ao Brasil.

O Museu Histórico da Imigração Japonesa no Brasil abre no dia 19 de Junho (quarta), uma exposição temporária para homenagear o Dia da Imigração Japonesa comemorado todos os anos no dia 18 de Junho, dia da chegada do navio Kasato Maru a Santos, trazendo os primeiros imigrantes japoneses ao Brasil em 1908.

Numa realização do Ministério da Cultura, através da Lei Rouanet, pela qual a Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa-BUNKYO e o Museu Histórico da Imigração Japonesa, junto com a Associação Cultural Nipo-Brasileira de Iguape-ACNBI, organizam esta exposição chamada “Colônia KATSURA, a primeira colônia de japoneses no Brasil”, tendo por finalidade a divulgação para um público maior, de mais um capitulo da história do Brasil em torno da imigração japonesa, desta vez em Iguape, onde foi fundada a Primeira Colônia de japoneses no Brasil, um fato histórico pouco conhecido, mesmo entre nós da comunidade.

Iguape que fica no litoral do estado de São Paulo já era uma região conhecida pelos portugueses e espanhóis que vieram ao Brasil em busca de ouro, no início do século XVI, mas havia caído em decadência, quando foram descobertas as minas de ouro e pedras preciosas em Minas Gerais.

Posteriormente, em 1912 é firmado um acordo entre o governo do estado de São Paulo e uma entidade paraestatal japonesa para o desenvolvimento da agricultura na região, pelo qual o governo paulista cederia 1000 ha de terras devolutas da região em troca do estabelecimento de uma colônia agrícola com a introdução de 2000 imigrantes japoneses em 4 anos, para dedicarem à produção de arroz e cana-de-açúcar, entre outros produtos agrícolas de consumo.

No entanto, por problemas de demarcação das terras, na realidade a Prefeitura de Iguape acabou por conceder as terras em 1913, em um ato legal do Prefeito Jeremias Junior. Assim, nasceu a Colônia KATSURA, nome dado em homenagem ao primeiro-ministro japonês da época, grande incentivador e entusiasta.

Na exposição o público poderá ver toda a história de como aconteceu este fato e obras de artistas, como Tomoo Handa e Tomioka, que retrataram Iguape e os imigrantes em atividades agrícolas, além de alguns objetos da época usados e doados pelos imigrantes da região, pertencentes ao acervo do Museu e ao acervo da Associação Cultural de Iguape.

A exposição estará no Museu de 19 de junho a 28 de julho de 2024, no 9º e 8º andares – R. São Joaquim, 381 – Liberdade/SP (bilheteria no 7º andar). Horário de terça a domingo, das 10h às 17h (última entrada às 16h).

Valores do Ingresso:

Entrada Gratuita: todas as quartas-feiras

Contribuição adulto: R$ 16,00
Estudantes com carteirinha: R$ 8,00
Crianças de 5 a 11 anos: R$ 8,00
Idosos acima de 60 anos: R$ 8,00

(Lei 10.741/2003 –Estatuto do Idoso)

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Processos danificados pela chuva ()
Digitalização dos cartórios evitou perda de documentos em dez serventias que tiveram acervos destruídos pela cheia no RS

Fonte: Arpen/BR Cerca de 50 unidades foram atingidas pela inundação do mês de maio Dos 774 cartórios do Rio Grande […]

SAIBA MAIS
FamilySearch reduzida
Uma corrida contra o tempo: o Simpósio de Guardiões de Arquivos e Registros

Por Diane Sagers, 12 de Julho de 2024 – Publicado no Blog do FamilySearch No RootsTech 2024, líderes de arquivos e […]

SAIBA MAIS
torre do tombo
Notícias da Torre do Tombo

Edição número 5 (junho de 2024) de “Notícias da Torre do Tombo” já disponível aqui.

SAIBA MAIS
Volatr ao topo